• Vamos parar dias 5 e 6 de dezembro

    Sind-UTE/MG convoca greves contra a Reforma da Previdência e contra os problemas na rede estadual

  • A Casa dos Movimentos Sociais

    Projeto do Sind-UTE/MG Caxambu fomenta o desenvolvimento dos movimentos sociais na região

  • Venha conhecer o Sind-UTE/MG em Caxambu

    O Sind-UTE/MG convida toda a categoria a conhecer seu novo espaço

  • Formação: A história dos trabalhadores em educação

    Conheça mais a história do movimento sindical docente mineiro e da UTE-MG

domingo, 10 de dezembro de 2017

O Sind-UTE/MG recebe comunicado do governo informando as datas para o pagamento dos salários do mês de dezembro

Primeira parcela será paga no próximo dia 14 de dezembro, quinta-feira

O Sind-UTE/MG recebeu uma comunicação do Governo informando, através da Secretaria de Estado de Fazenda (SEF), as datas do mês de dezembro para o pagamento dos salários do funcionalismo público do Executivo Estadual:

- 1ª parcela: 14/12 (quinta-feira);

- 2ª parcela: 22/12 (sexta-feira);

- 3ª parcela: 28/12 (quinta-feira).

Os critérios adotados continuam os mesmos:

- servidores com salário até R$ 3 mil líquidos (75% do funcionalismo) recebem integralmente na primeira parcela;

- servidores com salário até R$ 6 mil líquidos (17% do funcionalismo) recebem uma parcela de R$ 3 mil e o restante na segunda parcela;

- servidores com salário acima de R$ 6 mil líquidos (8% do funcionalismo) recebem R$ 3 mil na primeira parcela, R$ 3 mil na segunda parcela e o restante na terceira parcela.


Fonte: Governo do Estado/Secretaria da Fazenda

Trabalhadores e trabalhadoras em educação bloqueiam as entradas da Cidade Administrativa neste momento

Os trabalhadores e as trabalhadoras em educação de Minas Gerais fazem um dia de paralisação hoje, 06/12/2017, com concentração neste momento na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, sob coordenação do Sind-UTE/MG.

Uma das estratégias para chamar atenção e pressionar o governo do Estado pelo cumprimento dos acordos assinados com a categoria é o bloqueio de todas as entradas da Cidade Administrativa nesta manhã.

Os profissionais da educação querem o pagamento do 13º salário, reajuste de 2017 do Piso Salarial, pagamento dos salários em dia e cumprimento dos acordos.

Caravanas de todas as regiões do Estado participam deste dia de paralisação na capital mineira.












Fotos: Vera Lima/Studium/Sind-UTE-MG

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Atenção: suspensa greve geral dia 5, mantem-se a paralisação estadual dia 6

Diante do anúncio feito pelas Centrais Sindicais de suspensão da greve nacional convocada para o dia 05/12, o Sind-UTE MG orienta:

1. Manutenção de toda a nossa programação de panfletagens, atividades com a sociedade, pressão a deputados federais e táticas de comunicação definidas coletivamente com os movimentos sociais e sindicatos. 

2. Suspensão da paralisação no dia 05/12, uma vez que era uma convocação de greve nacional. Aguardaremos a definição de nova data construída nacionalmente. A suspensão da paralisação é apenas no dia 05/12. As atividades programadas para o dia 06/12 estão mantidas. 

3. No dia 06 de dezembro realizaremos paralisação estadual com a pauta da convocação: pagamento do 13° salário, reajuste de 2017 do Piso salarial, cumprimento dos acordos e pagamento dos salários em dia. 

4. No dia 05 de dezembro manteremos a mobilização já convocada em Belo Horizonte com concentração às 17 horas na Praça Afonso Arinos. Este dia continua sendo de luta contra a reforma da previdência em articulação com movimentos sociais e convocada pela Frente Brasil Popular Minas. 

5. O anúncio da retirada de pauta de votação da reforma na próxima semana não significa que o Governo Golpista e ilegítimo desistiu de aprová-la. Significa que não tem, neste momento, o número necessário de votos dos deputados federais para ganhar a votação. A proposta não foi retirada do Congresso. Este contexto exige de cada um de nós a continuidade de ações para derrotarmos uma reforma que, se aprovada, destruirá, nosso direito à aposentadoria. O governo Michel Temer mente e não tem palavra. Para colocar em votação esta reforma na calada da noite não custa nada! Então, as ações de enfrentamento precisam continuar. 

6. É importante mantermos todos os atos já convocados para o dia 05 de dezembro em nossas regiões.

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Sobre novo concurso e nomeações na Educação

Ao finalizarmos 2017, teremos conquistado, a partir de 2015 mais de 52.000 nomeações de concurso púbico dos editais de 2011 e 2014. Com isso, a categoria que em 2014 era 27% de efetivos, passará a 41%.

No momento de ataques que vivemos como a Reforma Trabalhista e terceirização irrestrita, quanto maior o quadro de servidores efetivos, mais teremos força para combater a precarização como terceirizar serviços, descontinuidade de vínculo, fragilidade na política de carreira e a instabilidade por poder ser dispensado a qualquer momento.

Em 2015, o Sind-UTE/MG colocou como uma das pautas prioritárias de negociação com Governo do Estado, uma política permanente de nomeações, que foi pactuada no acordo assinado em maio do mesmo ano. E o Sindicato continuou a reivindicar a realização de novo concurso.

Durante a greve nacional que fizemos este ano, o compromisso de realizar novo concurso foi feita pelo Governo e durante todas as reuniões o Sindicato tem cobrado a efetivação do compromisso.

Nesta terça-feira, dia 28 de novembro, o Sind-UTE/MG participou de reunião com a Secretaria de Estado da Educação, representada pelo Secretário-Adjunto, Wieland Silberschneider, o Subsecretário de Gestão de Recursos Humanos, Antônio Davi Júnior e o deputado estadual Rogério Correia, 1º Secretário da mesa diretora da Assembleia Legislativa de Minas Gerais. Uma das pautas tratadas foi sobre a realização do novo concurso conforme compromisso assumido durante a greve realizada no primeiro semestre.

Um novo concurso na educação será realizado e de acordo com a Secretaria de Educação terá seguinte cronograma:
- publicação do edital em dezembro de 2017
- realização das provas em março de 2018;
- homologação e início das nomeações até junho de 2018.

Este edital será para professores/as dos anos finais dos Ensinos Fundamental e Médio, com 16 mil vagas e para Especialistas com 700 vagas. O concurso será por SRE e município.

A realização de concurso para as demais carreiras da educação continuará em discussão. O Sindicato reivindica concurso para todas as carreiras.

Acompanhe o cronograma recente de luta por concurso de nomeações:

2010: realização da greve de 47 dias. Foi suspensa com a assinatura do Termo de compromisso com o Governo do Estado. Um dos compromissos foi a realização do concurso público que desde 2005 não era feito!

2011: nova greve da educação forçou o Estado a publicar o edital do concurso.

2012 e 2013: cobrança e luta do Sindicato conquistaram a homologação do concurso e início das nomeações. Foram 21.377 vagas.

2014: campanha e greve da categoria arrancaram novo concurso público.

2015 a 2017: 52.000 nomeações.

2017: compromisso de realização de novo concurso público.

Nomeações

Na mesma reunião, o Sindicato cobrou a publicação de novo lote de nomeações em 2017. De acordo com a Secretaria de Educação, 1.745 novas nomeações estão prontas e aguardam a publicação pela Secretaria Estadual de Planejamento e Gestão.

Nova lista do Adveb

A lista dos servidores e servidoras da Educação que têm direito ao Adicional de Valorização da Educação Básica- ADVEB - que foi publicada, excluiu mais de 4 mil pessoas, na maioria aposentados ou afastados preliminarmente para aposentadoria.

Uma nova lista daqueles que têm direito será publicada até a primeira semana de dezembro para que passem a receber o Adicional. A publicação da lista vem como correção do Decreto sobre o assunto e tem sido cobrada pelo Sind-UTE/MG desde setembro. O retorno sobre a publicação foi dado ao Sindicato, durante a reunião com Secretaria Estadual de Educação que aconteceu no último dia 28 de novembro.

O Sindicato também cobrou o pagamento do retroativo. A resposta do governo foi de que continua sem previsão de pagamento.

Participaram da reunião o Secretário-Adjunto, Wieland Silberschneider, o Subsecretário de Gestão de Recursos Humanos, Antônio Davi Júnior e o deputado estadual Rogério Correia, 1º Secretário da mesa diretora da Assembleia Legislativa de Minas Gerais.

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Sind-UTE/MG convoca greves contra a Reforma da Previdência e contra os problemas na rede estadual

Atenção trabalhadores em educação da rede estadual e da rede municipal de Caxambu

O Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais – Sin-UTE/MG –, seguindo a resolução tomada pelas Centrais Sindicais, convoca a categoria dos trabalhadores em educação de Minas a participar no dia 05 de dezembro da Greve Nacional contra a Reforma da Previdência.

Além disso, o Sind-UTE/MG convoca também para o dia 06 de dezembro Greve Estadual contra os atrasos de pagamento dos salários, pelo pagamento do 13º, pelo reajuste de 2017 e pelo cumprimento dos acordos. Nesse dia, além da paralisação total das atividades nas escolas estaduais e SRE’s, haverá manifestação na Cidade Administrativa em Belo Horizonte, para pressionar o governo do Estado.

No primeiro semestre obtivemos uma importante vitória contra a Reforma da Previdência, que não foi votada no Congresso graças a grande Greve Nacional da Educação. Precisamos novamente retomar a luta em defesa da Previdência Pública e de nossas aposentadorias.

E em Minas, precisamos nos mobilizar e ir à luta contra os descasos do governo estadual, que atrasa nossos pagamentos, não cumpre os acordos nem reajusta nosso salário, além da ameaça de não pagamento do 13º. Não podemos aceitar esses ataques contra a nossa categoria.

Mobilize sua escola e SRE para participar desses dois dias de luta. Sabemos das dificuldades do fim do ano, mas o que está em jogo são nossas aposentadorias e nossos salários. A apatia e o conformismo nos levará à perda dos nossos direitos.

Somente a luta muda a vida! Unidos, somos muito mais fortes!

O Sind-UTE/MG subsede Caxambu está organizando caravana regional para participar da manifestação na Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, no dia 06 de dezembro. Aos trabalhadores interessados em participar conosco, mande um e-mail para sindutecaxambu@hotmail.com, com nome, RG, telefone e cidade até o dia 1º de dezembro (sexta). O transporte cedido pelo sindicato saíra de madrugada. 

Sind-UTE/MG questiona processos contra diretoras de escola

O Sind-UTE/MG tem recebido diretoras de escolas estaduais que estão respondendo processos administrativos disciplinares que visam apurar "supostas irregularidades" na execução da verba relativa à Caixa Escolar. Contudo, verificamos que as "supostas irregularidades" nada mais são do que os esforços dos diretores e diretoras de escolas para manterem em funcionamento as escolas, apesar da Secretaria de Estado da Educação não ter feito o repasse relacionado à alimentação escolar nem os recursos de custeio e manutenção. Em várias escolas, os termos de custeio de 2017 ainda não foram repassados mesmo estando no final do ano! Do repasse da verba da alimentação escolar algumas escolas receberam apenas duas parcelas das sete que são previstas para ano.

Sem dinheiro, mas com crédito no comércio local, as direções das escolas cuidaram de manterem as escolas em funcionamento. Agora, surpreendentemente, as direções estão sendo processadas administrativamente por terem tido a iniciativa para não faltar o essencial às escolas.

O Sind-UTE/MG relatou a situação em reunião com os deputados André Quintão e Rogério Correia que aconteceu no dia 21 de novembro. A situação também já havia sido relatada à Secretaria de Estado de Governo. 

A título de exemplo, foi instaurado um Processo Administrativo Disciplinar contra um diretor da escola, por ter adquirido produtos alimentícios e de limpeza, bem como, por ter contratado serviços de dedetização para pagamento no futuro, uma vez que a Caixa Escolar não estava regular quando do início do ano letivo. Ou seja, o gestor vai ser punido de qualquer forma. Se busca medidas necessárias para promover o funcionamento regular da escola ele será processado por "ausência das normas legais da SEE" e, da mesma forma, se o gestor não toma as medidas administrativas também será processado por omissão.

Diante de tudo isso, o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais já solicitou à Secretaria de Estado da Educação (SEE) o arquivamento de todos os processos administrativos que versam sobre essa questão, bem como, a devida orientação aos órgãos competentes, para que não ocorra a instauração do processo administrativo disciplinar nas situações já expostas.

O Sind-UTE/MG aguarda retorno do governo.

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Nota de repúdio do Sind-UTE/MG aos atrasos dos salários

Repúdio! Este é o posicionamento que declaramos diante do comportamento do Governo do Estado em relação a mais um atraso de pagamento que o funcionalismo público sofreu este mês.

O pagamento da segunda parcela do salário estava previsto para esta quarta-feira, dia 22 de novembro, e não foi feito.

Mais uma vez, os servidores estaduais somente souberam do não pagamento por meio da imprensa. O Governo sequer se esforçou em dialogar com as entidades sindicais que representam o funcionalismo.  Somos surpreendidos pela notícia sem qualquer processo de diálogo ou negociação. Não há posicionamento de quando a parcela será paga.

Nos últimos meses, os atrasos têm sido constantes. Mesmo a educação tendo recursos vinculados, os servidores que recebem segunda parcela têm sido os últimos a recebê-la.  Estes servidores são, na sua maioria, aposentados e aposentadas.

Esse comportamento do Governo do Estado Fernando Pimentel é inadmissível. Demonstra desrespeito e descaso.

Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais


quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Problemas na inscrição da designação: encaminhamentos

Prezad@s trabalhadores em educação da rede estadual,

O Sind-UTE/MG Subsede Caxambu está recolhendo relatos de falhas no processo de designação online da SEE/MG em nossa região. Por favor, caso algo deu errado em sua inscrição eletrônica, nos encaminhe o caso para o e-mail sindutecaxambu@hotmail.com.

domingo, 19 de novembro de 2017

Sind-UTE/MG subsede Caxambu participa do IV Encontro Pedagógico LatinoAmericano

O Sind-UTE/MG subsede Caxambu e educadoras da região participaram nessa semana do IV Encontro Pedagógico Latino-americano, em Contagem - MG. As professoras Luciana Nogueira e Sarah Xavier representaram a nossa região (veja aqui como foi a divulgação e seleção).


O evento foi organizado pela IEAL (Internacional da Educação para a América Latina), em conjunto com a CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação), e com o apoio de Larärforbundet, da Suécia, e Utdannings Forbundet, da Noruega. Teve início dia 15 e terminou dia 17 de novembro, com o tema “Democracia e Resistência: Educação Pública em Luta”. 

Participaram desse encontro cerca de 800 pessoas de 21 países e a maior delegação é a de Minas Gerais, sob coordenação do Sind-UTE/MG. Durante a Marcha, a vice-presidenta da Internacional da Educação para a América Latina, Fátima Silva, afirmou que o Encontro LatinoAmericano foi uma grande oportunidade para o debate ampliado acerca da educação pública que todos e todas querem. Ela afirmou que assim no Brasil, outros países da América Latina também vivem momentos difíceis, em que a educação é seriamente atacada. Mas que a resistência da classe trabalhadora unida é capaz de enfrentar essa situação. 

A vice-presidenta da Internacional da Educação (Ieal), Fátima Silva, disse que o IV Encontro Pedagógico LatinoAmericano mostra a força da educação e dos profissionais desse segmento na América Latina.

A coordenadora-geral do Sind-UTE/MG e presidenta da CUTMG, Beatriz Cerqueira, falou durante a abertura oficial do IV Encontro Pedagógico LatinoAmericano e denunciou os ataques que a educação vem sofrendo. Também criticou a violência contra as mulheres, a intolerância e os ataques aos templos de tradições da matriz africana.

Fotos: Jéssica Souza – Sind-UTE/MG - Cobertura Jornalística/ Produção de Conteúdo e Vídeos: Studium

    Copyright - Sind-UTE/MG Caxambu

    Rua Dr. Enout nº 193 - Centro/Caxambu. Telefone: (35) 3341-3799 / Email: sindutecaxambu@hotmail.com